Oração da Serenidade



Deus, concedei-me,
A serenidade para aceitar as coisas que eu não posso modificar;
Coragem para modificar as coisas que posso, e
Sabedoria para saber a diferença.
Vivendo um dia de cada vez;
Desfrutando um momento por vez;
Aceitando as dificuldades como o caminho da paz;
Tomando, como ele fez, este mundo pecaminoso como ele e, não como eu gostaria que fosse;
Confiando em que ele fará todas as coisas certas se eu submeter-me a sua vontade.
Que eu possa ser razoavelmente feliz nesta vida;
E infinitamente feliz com ele para sempre na próxima.
Amém.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Guardas Civis Metropolitanos são feridos durante tentativa dos baderneiros do MTST de invadir a Prefeitura de SP

Guardas Civis Metropolitanos são feridos durante tentativa dos baderneiros do MTST de invadir a Prefeitura de SP

quinta-feira, 17 de outubro de 20130 comentários


Grupo forçou portas do Edifício Matarazzo e foi contido por Guardas Civis Metropolitanos; vidraças da entrada foram quebradas.



SÃO PAULO - Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) que faziam um protesto por moradia no centro de São Paulo tentaram invadir a Prefeitura na manhã desta quinta-feira, 17. Um grupo que investiu contra as portas do Edifício Matarazzo foi contido pelas grades e pela Guarda Civil Metropolitana (GCM), mas acabou quebrando vidraças de três entradas principais. Segundo a GCM, a manifestação chegou a reunir mil pessoas. Não há informações sobre detidos.

A Prefeitura informou em nota que três guardas civis ficaram feridos: um inspetor teve um corte na mão direita, outro inspetor sofreu hematomas na perna esquerda e um guarda apresenta inchaço no pescoço em decorrência de uma paulada.
De acordo com o relato da GCM, os manifestantes cortaram os cadeados das grades com alicate hidráulico e tentaram invadir o prédio. Alguns, ainda segundo os guardas, usaram estilingues para atirar bolas de gude e outros estavam armados com pedaços de pau, barras de ferro e pedras.
Na tarde de terça-feira, 15, cerca de 400 integrantes do mesmo movimento tentaram invadir a Câmara Municipal de São Paulo.
A administração municipal alega que mantém "diálogo permanente" com os movimentos de moradia da cidade, "desde que respeitadas as regras democráticas e pacíficas", e afirma que o grupo organizador do protesto desta quinta, ligado ao MTST, já foi recebido nessa terça-feira, 15.

Com informações da Agência Brasil

MISSÃO CUMPRIDA

ACIDENTE DE TRANSITO COM VITIMA NA FRENTE DA UNIDADE ATENDIDA DE PRONTO PELA EQUIPE DE SERVIÇO NA UNIDADE SENTINELA E PLANTÃO COM O APOIO DA GUARNIÇÕES DE SERVIÇO, GUARDA CIVIL METROPOLITANA ZELANDO PELA VIDA DA SOCIEDADE










FISCALIZAÇÃO


FISCALIZÃO DE TAXI NA REGIÃO DO IPIRANGA MAIS UM TAXI IRREGULAR APREENDIDO COM O APOIO DA GUARDA CIVIL METROPOLITANA



MISSÃO CUMPRIDA





PRONTO ATENDIMENTO A PESSOAS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE NO COMPLEXO MAKENZE
GUARNIÇÃO DA BASE COMUNITÁRIA SENDO ATUANTE E CUMPRIDO SEU OBJETIVO




terça-feira, 15 de outubro de 2013

Aposentadoria a causadora da inércia nas Guardas Municipais

           Devido mudanças de regras que  ocorreu com a promulgação da Constituição Federal em 5 de outubro de 1988, criou-se O marco inicial da normatização previdenciária do setor público em especial levando em consideração basicamente o tempo de serviço desde que preencha, cumulativamente, os requisitos ou a idade dos servidores públicos.
            Porem dentre estas conquistas dos servidores, criou-se o viés da  aposentadoria especial, ou seja, com tempo de serviço reduzido a 25 anos de atividade, em virtude da nocividade insalubridade ou em virtude do risco que a vida da atividade policial.
            Vinte cinco anos se passaram de intensas atividades e conquistas das mais diversa tanto positiva como negativa, porem naturalmente as instituições  Guardas Municipais, joviais como o ser humano na época cresceram  se desenvolveram , tornam-se adultas  e muitas devidos seu contingente já adentrar com idade que somadas hoje, já estão naturalmente declinando para um envelhecimento irreversível.
             Nestes anos muitas legislações foram proposta, dentre estas como exemplo a   PL nº 554, de 2010, trata de a mudança nas regras visto a necessidade de condicionar os servidores diferenciados a uma aposentadoria com mais qualidade de vida, pois então a aposentadoria especial ganhou força na categoria e inclusive com propostas até federais para a mudança de regra que é justa visto à peculiaridade da função.
            Muitas instituições se viram com várias solicitações de aposentadoria e vários mandados de injunção contra a regra atual que não são cumpridas pelos prefeitos e ainda tem se visto pareceres favoráveis proferidos por tribunais e instancias superiores com Guardas  aguardando o cumprimento de sentença.
           Comitantemente a este fenômeno o que se vem são algumas instituições fragmentadas pela duvida e expectativa futuras, pois é questão de tempo a conquista deste clamor profissional.
          Porem o grande dilema será alem de vários fatores que estão desestabilizando as instituições como  acomodação, desestímulo diminuição do ímpeto funcional, é inevitavelmente a perda latente do capital intelectual a experiência profissional de  milhares de especialista em segurança formados ao longo dos vários anos de serviço que acreditamos  será dificultoso a reposição deste a curto prazo. 
         O que se observa é que em algumas instituições mais antigas é que o efetivo deixa de produzir para fomentar a expectativa de futura nova vida pós instituição, sem contarmos que  quando chega seu sonho/objetivo não consegue se desvencilhar de seu recente passado.
         A dificuldades são imensas  nas Guardas, pois se criam grandes dilemas, dar oportunidades aos mais novos para reformular e seguir em frente ou se sucumbir ao futuro aposentado e estagnar a corporação por conta gratidão ao que se foi desenvolvido no passado.

        Os governantes devem iniciar tratativas para que esta problemática não venha interferir na segurança dos municípios  desenvolvendo mecanismos  de atividades definidas em legislação que efetivamente desenvolva uma sustentabilidade solida como a aplicação do principio de policiamento de comunidade em suas Guardas Municipais.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

GCMS HOMENAGEADOS NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

O DIA DO GUARDA CIVIL

 Por iniciativa do deputado estadual Chico Sardelli  foi realizada no dia (11/10) sessão solene na Assembléia Legislativa em comemoração ao Dia do Guarda Civil Municipal. Estiveram presentes mais de 400 pessoas, e mais de 70 cidades do Estado de São Paulo e do Rio de Janeiro representadas.
            Diversas autoridades também passaram pelo plenário Juscelino Kubitschek para cumprimentar a categoria. Foram homenageados com entrega de medalhas e diplomas guardas que se destacaram em sua atividade neste ano.
          “A Guarda Civil Municipal é uma força policial imprescindível para segurança da nossa comunidade, para proteger o maior bem que um município pode ter, que é o seu cidadão. Continuaremos nessa luta com determinação”, ressaltou. 

            Dentre os homenageados estavam presentes representando a Inspetoria, escolhidos merecidamente entre o efetivo pelos relevantes serviços prestados a unidade bem como sendo exemplo positivo  aos demais colegas os GCM 1º CL  IVO  e a  GCMF 2º  TORSSINI, receberam medalhas e diplomas.






 




















Parabéns!  aos profissionais pela  honrosa homenagem


            

RECORDAR É VIVER: Aconteceu há 26 anos !


JORNAL GAZETA METROPOLITANA Setembro de 1987 pagina 03

PREFEITO QUER  POLICIA  METROPOLITANA   PREVENTIVAMENTE


Memo.  JQ  33439/87 de 02.9.87
Dr. Renato  Tuma – SEMDES
1.     Solicito de V. Exa., atendendo sugestão da Radio Jovem Pan, criar um corpo especializado de  500 (quinhentos) policiais, masculino e feminino única e exclusivamente, para o policiamento das escolas dos vários graus , neste Município;
2.     Esses guardas receberão instruções especiais, no referente a tóxicos e outras atividades criminosas, destinadas a perverter a infância;
3.     Sem embargo de poderem ser utilizados em caso de emergência, para atividades comuns de policiamento, devendo portar distintivos que os caracterizem;
4.     armá-los de cassetete;
5.     Desejo o inicio de preparação desse corpo, dentro de 30 (trinta) dias. Prazo improrrogável;
6.     Comunique-me o inicio do adestramento.

J. QUADROS, Prefeito


Memo.  JQ. 3337/87 de 2.9.87
Dr. Victor David – SEGESP
Dr. Renato Tuma –  SEMDES
1.     Proibir, à porta das escolas ou no mesmo  quarteirão, a venda de guloseimas de qualquer natureza;
2.     Cassar as licenças se existirem, e apreender os produtos expostos à venda;
3.     Não há duvidas de que o comercio de tóxicos se inicia ai;
4. Se esse comércio localiza-se no interior dos edifícios escolares, vista-los periodicamente de surpresa, e pedir, quando necessário, o auxilio da Delegacia Especializada da Secretaria de Segurança. Essa deve ser uma ação conjunta e severa;
5.     Cumprir com rigor.

J. QUADROS, Prefeito.


“Corporação que não tem historia, não faz historia”