Oração da Serenidade



Deus, concedei-me,
A serenidade para aceitar as coisas que eu não posso modificar;
Coragem para modificar as coisas que posso, e
Sabedoria para saber a diferença.
Vivendo um dia de cada vez;
Desfrutando um momento por vez;
Aceitando as dificuldades como o caminho da paz;
Tomando, como ele fez, este mundo pecaminoso como ele e, não como eu gostaria que fosse;
Confiando em que ele fará todas as coisas certas se eu submeter-me a sua vontade.
Que eu possa ser razoavelmente feliz nesta vida;
E infinitamente feliz com ele para sempre na próxima.
Amém.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

noticia


memoria




convite


Muito interessante

Uma lenda chinesa conseguiu explicar de uma maneira bonita e muito convincente:


Os polegares representam os pais. Os indicadores representam teus irmãos e amigos.O dedo médio representa a você mesmo. O dedo anelar (quarto dedo) representa o seu cônjuge. O dedo mindinho representa seus filhos. Agora junte suas mãos palma com palma, depois, une os dedos médios de forma que fiquem apontando a você mesmo, como na imagem….

Agora tenta separar de forma paralela seus polegares (representam seus pais) você vai notar que eles se separam porque seus pais não estão destinados a viver com você até o dia da sua morte, una os dedos novamente.

Agora tenta separar igualmente os dedos indicadores (representam seus irmãos e amigos), você vai notar que também se separam porque eles se vão, e tem destinos diferentes como se casar e ter filhos.
 
Tente agora separar da mesma forma os dedos mindinhos (representam seus filhos) estes também se abrem porque seus filhos crescem e quando já não precisam mais de nós se vão, una os dedos novamente.

Finalmente, tente separar seus dedos anelares (o quarto dedo que representa seu cônjuge) e você vai se surpreender ao ver que simplesmente não consegue separá-los. Isto se deve ao fato de que um casal está destinado a estar unido até o último dia da sua vida, e é por isso que o anel se usa neste dedo.

Muito interessante... Concorda?!

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

PARA REFLETIR


·      NÃO CONDENE OS QUE ESTÃO EM POSIÇÃO DE DESTAQUE NA POLÍTICA OU NA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA.
·      NÃO DIGA QUE NO LUGAR DELES FARIA MELHOR.
·      ENQUANTO NÃO COLOCARMOS EM  AÇÃO REAL NOSSAS FORÇAS, NÃO TEMOS CERTEZA DO QUE SOMOS CAPAZES.
·      TALVEZ VOCÊ FIZESSE PIOR, SE ESTIVESSE NA POSIÇÃO DELES.

·      PROCURE DESCULPAR, PORQUE NÃO CONHECEMOS AS CIRCUNSTANCIAS EM QUE SE ENCONTRAM AQUELES QUE TEM SOBRE SEUS OMBROS O GRANDE PESO DA RESPONSABILIDADE PUBLICA.